Do medo à ansiedade
19/05/2017
O que te impede de realizar as suas metas?
23/05/2017

Certo X Errado nos cuidados com o bebê

Um banho por dia é suficiente. E sempre pela manhã.
Certo. Um banho por dia está ótimo. No verão ou nos dias de calor, pode-se dar um outro. E também não precisa ser apenas pela manhã, a não ser no inverno, quando o melhor horário é próximo ao meio-dia, com a temperatura mais quentinha.

A água do banho deve ser filtrada e fervida até ele completar um ano.
Errado. O banho poderá ser dado com água comum, sendo que tenhamos certeza da correta hygiene da caixa d’água.

Nas meninas, a limpeza da área das fraldas deve ser feita da vagina em direção ao ânus.
Certo. Assim não há risco de sujeirinhas penetrarem na entrada da vagina e causarem infecção urinária.

Nos meninos, a higiene é mais simples.
Errado. Os meninos também merecem cuidados especiais na higiene dos genitais. No banho, puxe, levemente (nunca demais), a pele do pênis para remover toda a sujeira. E na troca das fraldas verifique se não sobrou nada por baixo do saquinho. Somente faça a “massagem” no prepúcio, quando seu pediatra indicar

O umbigo só pode ser lavado depois de cair o coto.
Errado. Até que o processo de cicatrização e queda termine, entre sete e dez dias, faça uma higiene no local com álcool 70% após o banho. Não são necessários curativos e nem proteger com gaze. Basta limpar com o álcool, manter seco e colocar a fralda.

A mamãe deve impedir visitas ao bebê de quem está resfriado, com tosse ou qualquer doença.
Certo. Nenéns muito pequenos são resistentes, mas é sempre bom deixar pessoas doentes afastadas deles. Se não for possível, mantenha a casa bem arejada e, em dias frios, o bebê bem aquecido. Evite o contato direto dessas visitas deixando seu filho no quarto. Uma boa saída é dizer que ele está muito agitado e precisa de um pouco de sossego.

Os soluços são comuns em crianças pequenas; é só esperar um pouco que eles passam.
Certo. Os soluços são provocados por espasmos do diafragma e, geralmente, incomodam mais as mães do que os bebês. Quando ainda mamam no peito, colocá-los para mamar faz com que o problema passe imediatamente. Os que já não mamam mais podem melhorar bebendo água.

Fezes amareladas são comuns; já as esverdeadas indicam prisão de ventre ou cólica.
Errado. Nos bebês em aleitamento, especialmente o materno exclusivo, a coloração da fezes pode e deve variar muito. Isto é um mito, que ainda muita gente acredita.

Febre? Somente quando o termômetro marca acima de 37,8°.
Certo. A temperatura entre 37º e 37,8° não indica febre. Manter o bebê em ambiente arejado ou dar banhos com água em temperatura ambiente pode deixá-lo mais confortável.

Quem vai ao Pediatra volta tranquilo. Agende uma consulta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *